COMO DIFERIR CUSTOS FIXOS E VARIÁVEIS NA PRECIFICAÇÃO





  • Título + Resumo

  • Introdução

  • começar com uma estatisticas

  • % de pessoas no brasil que não sabem definir custos fixos

  • não sabem o preço certo do seu produto ou serviço

  • Desenvolvimento em tópicos

  • Fechamento

  • Call-to-Action


  • problemática: o não conhecimento dos custos fixos e variáveis, podem afetar na parte da sua empresa (primeiro parágrafo, seria interessante achar algum dado de % de pessoas que não sabem o que é, ou alguma estatística que desperte o interesse da pessoa).

  • “Primeiramente vamos deixar claro o conceito de cada um,...” apresenta o conceito de custo fixo e exemplos

  • conceito de custo variável e exemplos

  • vantagens de conhecer esses custos para a precificação

  • desvantagens

  • conclusão e call to action



Um dos objetivos que toda empresa espera ter, é obter o máximo de lucro possível. E quando se fala em lucro, é necessário entender vários conceitos que estão interligados para atingir esse objetivo. Sendo assim é de suma importância entender sobre dois conceitos que estão diretamente ligados ao lucro da empresa, os custos fixos e variáveis. Sendo estes diretamente relacionados à precificação de produtos ou de serviços, que acabam impactando no faturamento da empresa e consequentemente no lucro da empresa.


Posto isto, é necessário entendermos o conceito de cada um. Segundo Bruni e Famá (2002), de acordo com seu livro Gestão De Custos E Formação De Preços: Com Aplicações Na Calculadora Hp 12C E Excel, apresentam o conceito de custo fixo sendo aquele que, em determinado período de tempo e em certa capacidade instalada, não variam, ainda que o volume de atividade da empresa se modifique, ou, até mesmo, não haja produção. Em outros termos, ele permanece em certos limites e em um determinado nível, sendo este constante e independente do nível de atividade. Um exemplo típico é o salários dos funcionários fixos, sem ser comissionados, que podem variar entre um ano e outro, porém sabe-se que este sempre deverá ser pago independentemente do que produziu.


Outro conceito de extrema relevância é a concepção de custos variáveis, de acordo com Leitão (2009) os custos variáveis variam numa totalidade conforme o estágio proporcional em que se encontra o processo produtivo em um determinado período de tempo, em outras palavras os custos variam à proporção que a produção varia, portanto se a produção aumentar os custos variáveis tendem a aumentar, uma vez que estes necessitam de mais insumos para serem produzidos. Um exemplo seria a matéria prima ou as embalagens de um certo produto.


Com os conceitos apresentados, é possível fazer a classificação dos custos da empresa, para assim se tornar capaz de fazer uma análise, com o intuito de cortar custos e portanto atingir um lucro maior do que antes. Deste modo a classificação dos custos apresenta muitas vantagens, entre elas está o auxílio da precificação dos seus produtos ou serviços, já que o levantamento dos custos torna-se mais visível, e portanto mostra o quanto se paga para oferecer o produto ou serviço, dando insumos para o gestor não sair no prejuízo. Ademais, o levantamento dos custos possibilita o gestor trabalhar no preço do produto ou serviço, sendo este oferecendo desconto, reduzindo a margem de lucro ou buscando outros fornecedores de matéria prima com um menor preço porém com a mesma qualidade.


Ao desconhecer sobre os custos fixos e variáveis o administrador da empresa pode ter algumas desvantagens, entre elas podemos citar o preço equivocado do produto ou do serviço, ou melhor dizendo, “pagando para se trabalhar”, podendo trazer prejuízos para a empresa. Desta maneira o gestor acaba não obtendo um lucro e acaba fechando seu caixa no negativo, expondo-se ao fechamento do negócio.


E como já dizia Warren Buffett, investidor e um dos homens mais ricos do mundo, “O risco vem de não saber o que você está fazendo’’. Dessa forma, tente minimizar os riscos conhecendo como funciona a sua estrutura de custos e consequentemente a sua precificação ficará mais assertiva. E em conformidade com o que foi apresentado anteriormente sobre os conceitos de custos fixos e variáveis nota-se a importância de atentar-se a eles, uma vez que tem muita influência na tomada de decisão dentro da empresa, e caso necessário recorrer a profissionais que o auxiliem na identificação desses custos.


Acreditamos que este conteúdo foi proveitoso e significativo para o direcionamento de uma empresa. Sendo assim ficamos à disposição para te auxiliar, e convidamos a curtir nossa página no Instagram e aproveitar nossos outros conteúdos postados no nosso blog.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • LinkedIn Social Icon
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon